fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
3 motivos para gerar energia limpa e renovável hoje - Terra & Sol Energias Sustentáveis

Blog

30 de novembro de 2017

3 motivos para gerar energia limpa e renovável hoje

Diante do cenário atual, a palavra sustentabilidade tem sido tema de discussão nas mídias, escolas, empresas e indústrias. Porém, mesmo com toda repercussão acerca da preservação do meio ambiente, muitas pessoas ainda não entenderam a importância de se investir em energia limpa e renovável hoje.

Diversas mudanças de hábito podem te ajudar a preservar o meio ambiente. Entretanto, você sabe realmente por quê devemos dar atenção a produção de energia elétrica? Neste artigo, vamos apresentar 3 motivos para investir em energia limpa e renovável. Confira!

1. Conta de luz

As campanhas e políticas de conscientização buscam mostrar a importância da economia de energia para o meio ambiente, mas o que muitas pessoas não percebem que ao poupar luz elétrica ou gerar energia limpa e renovável, também estão colaborando com o próprio bolso.

Quem não tomar alguma dessas medidas, vai ter que arcar com contas de luz mais caras, pois estamos no vermelho. No mês de outubro de 2017, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou bandeira vermelha no 2º patamar na conta de luz e adicionava R$3,50 a cada 100 kWh.

Em novembro, a taxa subiu, os consumidores devem pagar R$ 5,00 a cada 100 kWh consumidos, ou seja, houve o aumento de R$ 1,50 de um mês para outro.  A bandeira permaneceu no vermelho, no 2º patamar.

Devido às chuvas de novembro, houve uma melhora nos níveis dos reservatórios. Portanto, no mês de dezembro a tarifa foi reduzida — de R$ 5,00 para R$ 3,00 a cada 100 kWh consumido. Mesmo com essa melhoria, a bandeira permanece no vermelho, porém no 1º patamar.

Para não se preocupar com o valor da conta de luz e, ainda, ajudar o meio ambiente, você pode investir na instalação do sistema fotovoltaico no seu imóvel, empresa ou indústria. Produzindo sua própria energia elétrica a economia será de até 95% nas contas de luz.

2. Impactos ambientais

O meio ambiente vem sofrendo com as ações da humanidade desde que “o mundo é mundo”. Porém, a Revolução Industrial que começou no século XVIII foi o marco do início da produção em massa. Desde então, a sociedade só vem aumentando o consumo e degradando a natureza.  

Depois de séculos de consumo, chegamos a um nível alarmante. Os impactos ambientais tiveram consequências, como redução de biodiversidade, escassez de água, aquecimento global, chuvas torrenciais, ciclones tropicais e até surgimento de doenças infecciosas ligadas ao clima.  

Se a sociedade espera ainda usufruir dos benefícios que a natureza oferece e ter mais qualidade de vida, é preciso optar por um modelo de produção de energia limpa e renovável. 

O Brasil ainda não é exemplo de país com produção de energia limpa, pois cerca de 75% da  energia elétrica é proveniente das hidrelétricas. Para construir uma usina desse tipo o meio ambiente sofre severos impactos, como erosão do solo, desmatamento e poluição de cursos de água próximos ao local da hidrelétrica. Além disso, muitas comunidades ribeirinhas foram prejudicadas, pois tiveram que deixar suas casas para dar espaço construção das hidrelétricas.

Mesmo sabendo da situação crítica, muitas pessoas não tomam nenhuma atitude para diminuir os impactos ambientais. Os impactos ambientais, não devem  ser resolvidos somente por grandes órgãos. Toda sociedade é responsável. Você pode começar a colaborar com meio ambiente, é só adotar hábitos sustentáveis dentro da sua própria casa.

 3. Crise energética

Vivemos a era do consumo! Com desenvolvimento de novas tecnologias e uma sociedade cada vez mais dependente dela, a crise energética mundial tem se agravado.

O modelo energético adotado desde os primórdios são baseados, principalmente, em recursos poluentes e não renováveis, como carvão e petróleo. A crise aparece justamente pelo uso demasiado dessas fontes. Os recursos estão  cada vez mais escassos. Além disso, as fontes não renováveis emitem muitos resíduos tóxicos no meio ambiente.

A crise energética, não afeta somente o meio ambiente, mas também a economia e a sociedade. Por exemplo, o Oriente Médio, que vive em zona de conflito há anos. Uma das razões da região estar em guerra é o petróleo.  Consequentemente, isso também afeta a economia, pois o preço do petróleo fica cada vez mais alto e, muitas vezes, não chega a ser distribuído em diversos lugares do mundo.

Atualmente, já existe um consenso de que a homem necessita produzir energia mais limpa e renovável. Porém, é preciso que a sociedade comece a agir — adotando novas alternativas para consumir sem prejudicar tanto o meio ambiente e evitando causar conflitos sociais. Esses são alguns dos caminhos, para superar a crise energética mundial.  

Conclusão

Percebeu como as fontes poluentes e não renováveis prejudicam o meio ambiente, a economia e a sociedade? Por isso devemos investir em energia limpa e renovável. Assim estaremos cuidando do nosso planeta, pensando no nosso próprio bem estar e  no das futuras gerações!

Gostou do nosso post? Acha que ele pode ajudar outras pessoas a se informar mais sobre assunto? Então, que tal compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais? Ajude a divulgar a importância de se investir em energia limpa e renovável.