fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
Fontes de energia renováveis: existe diferença entre elas? - Terra & Sol Energias Sustentáveis

Blog

11 de dezembro de 2017

Fontes de energia renováveis: existe diferença entre elas?

Existem inúmeras fontes de energia disponíveis no mundo. Elas se dividem em dois grupos: renováveis e não renováveis. Com a crise energética, os recursos estão cada vez mais escassos. Sendo assim, as fontes não renováveis, como carvão mineral e urânio, cuja as reservas são finitas devem ser substituídas por matéria-prima renovável e cíclica.

Na busca de encontrar o equilíbrio entre o consumo e sustentabilidade, a população começou a investir em fontes  renováveis para geração de energia. Mas, será que essas fontes não causam impactos ambientais? Acompanhe o artigo e tire suas dúvidas!

O que são fontes de energia renováveis?

São aquelas matérias-primas que não tem um fim temporal para sua utilização, ou seja, possuem a vantagem de se regenerar com o tempo ou não tem a possibilidade de esgotamento, por exemplo, energia solar e eólica. Conheça 4 das fontes de energia renováveis mais utilizadas no Brasil!

1. Energia solar

A energia solar vem da radiação solar que é emitida sobre o nosso planeta. Os raios solares são utilizados como fonte de geração de energia. A irradiação é altamente poderosa, pois todos os dias são emitidos raios solares na Terra. Existem duas maneiras de consumir a energia solar: térmica e fotovoltaica.

Energia solar térmica

Esta é a feita através dos aquecedores solares. O sistema de geração de energia funciona da seguinte forma: os raios solares aquecem a água que fica armazenada nos coletores, formando um tipo de reservatório térmico (boiler).

Em dias de chuva, os aquecedores usam uma resistência elétrica ou um aquecedor a gás para conseguir atingir a temperatura ideal da água. A alternativa é eficiente e consegue reduzir em até 80% nas contas de luz.  

Energia solar fotovoltaica

Já na energia solar fotovoltaica é utilizado um sistema tipo elétrico. Os raios solares são convertidos em eletricidade. O Brasil tem um enorme potencial para investir em energia solar, pois a média de irradiação solar apresenta uma boa uniformidade no país.

Se você deseja reduzir em até 95% sua conta de luz produzindo sua própria energia, o sistema solar fotovoltaico é uma excelente opção. Ele te ajuda a economizar, não causa impactos ambientais, não precisa de obras para ser instalado e sua manutenção é mínima.  

2. Energia eólica

Aquela proveniente da força do vento captada pelos aerogeradores. O fluxo do vento movimenta as pás convertendo a energia mecânica em energia elétrica.  Existem dois tipos de turbinas: eixo horizontal e eixo vertical.

Eixo horizontal

Geralmente, quase todas as turbinas eólicas são de eixo horizontal, pois essas são as que mais geram energia. Elas possuem as turbinas mais altas (20 andares), possuem pás de mais longas (35 metros) e fazem muito barulho.

Eixo vertical

Essas não tão eficientes quanto as horizontais, porém ela é mais silenciosa e é possível usá-las em áreas urbanas, como shopping, empresas, supermercados e até em projetos residenciais.

3. Hidroelétricas

No Brasil, cerca de 75% da energia é gerada por usinas hidroelétricas. Ela é considerada uma fonte renovável, pois é a força da água que passa pelas turbinas que gera energia elétrica.

4. Energia da biomassa

A produção de energia elétrica por biomassa é feita através da combustão de resíduos de origem vegetal, como bagaço de cana-açúcar, madeira, óleos vegetais e palha de arroz.

Todas as fontes de energia renováveis são limpas?

Nos últimos 15 anos a discussão acerca das energias renováveis têm aumentado. Geralmente, a produção de energia renovável é mais sustentável, porém ela não é sinônimo de energia limpa. Dentre todas as fontes de energia renováveis citadas, as mais limpas são: solar e eólica. As hidrelétricas e energia da biomassa causam impactos no meio ambiente.

A energia solar é uma fonte renovável, infinita e limpa, que não causa impactos ao meio ambiente. A energia eólica é abundante, não produz gases de efeito estufa e nem consome água.

As hidrelétricas causam diversos impactos ao meio ambiente como poluição de rios, erosão do solo, desequilibra ecossistemas e causa desmatamento. Além de afetar a natureza, a construção de hidrelétricas necessita de alagar enormes áreas, o que afeta diretamente as comunidades que vivem próximas aos rios, pois essas pessoas precisam desocupar suas casas para dar espaço às usinas.

Apesar de ser uma fonte renovável, com baixo custo de aquisição, a energia da biomassa tem suas desvantagens. Seu processo causa impactos ambientais, como a combustão dos materiais orgânicos que polui o ar e os demais processos químicos que podem prejudicar o solo.   

Como estão os investimentos em fontes de energia limpas e renováveis?

Os investimentos em fontes de energia renováveis e limpas ainda é baixo. Entretanto,  muitos países já estão investindo em projetos que utilizam fontes alternativas e mais sustentáveis. É possível perceber que há um esforço de alguns países para introduzir fontes de energia que prezam pelo meio ambiente.

Em 2015, 195 países assinaram o Acordo de Paris, conhecido como COP 21. O intuito da convenção é, principalmente, fazer com que os países diminuam os efeitos do aquecimento solar para menos de 2ºC — com esforço para não ultrapassar 1,5ºC.  

Pelo mundo podemos encontrar atitudes sustentáveis, como os parques eólicos offshore na Dinamarca e as mais de 1 milhão de residências com painéis solares fotovoltaicos na Austrália — o que é uma média de 1 a cada 5 casas com o sistema.

Na contramão, os Estados Unidos rompeu o Acordo de Paris. Deixando o planeta ainda mais  longe da mata. Porém, acredita-se que até 2030 serão adicionadas quatro vezes as energias renováveis mais limpas. Os valores para se investir em  energia solar e eólica continuam caindo. O esperado é que até 2050 a energia solar seja a principal fonte de energia do mundo.

A população precisa continuar discutindo e lutando para melhorias no setor energético. Atitudes sustentáveis não devem partir somente de órgãos públicos, empresas e indústrias. Preservar o meio ambiente é dever de todo cidadão.

Gostou do artigo?  Acompanhe as postagens no Facebook e Instagram e saiba mais sobre fontes de energia renováveis.