fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
Preço das placas solares: saiba o que influencia no custo final

Blog

23 de abril de 2018

O que influencia no preço das placas solares

preço das placas solares

A preservação da natureza é um dos quesitos que está em alta na sociedade e faz com que a população busque métodos mais ecológicos para contribuição com o planeta. Há diferentes equipamentos e procedimentos que podem ser encontrados no mercado e que estão sendo aperfeiçoados cada dia mais para atender as necessidades e desejos dos compradores.

As placas solares são um desses equipamentos bastante visados no mercado, que nem sempre o consumidor tem o conhecimento do seu preço. Elas disponibilizam uma maneira mais natural e ecológica para a obtenção de energia e torna uma fonte sustentável para que a própria luz do Sol possa ser revertida e utilizada como energia elétrica.

Mas você já parou para pensar como o preço das placas solares é calculado e o que influencia o seu custo total? Continue a leitura do artigo e descubra abaixo como o valor é calculado.

Como é estabelecido o preço placas solares?

Medidor de energia

Há vários fatores que podem influenciar no preço das placas solares:

  1. O fabricante
  2. A quantidade
  3. A eficiência

Há diversos modelos e tipos de placas solares que são disponibilizadas no mercado para a aquisição dos interessados por um modelo diferenciado para produção de energia. Uma das principais variáveis de preço destes equipamentos é o material com o qual elas são produzidas.

A importância das matérias-primas que são usadas no momento da confecção das placas solares podem interferir diretamente na capacidade e rapidez de produção e até mesmo na durabilidade do produto.

O Fabricante

Por conta dos materiais apresentarem altos custos para a produção no mercado brasileiro, muitas das placas solares são executadas no exterior, ainda que algumas indústrias já pratiquem a montagem nacional.

As células fotovoltaicas, responsáveis pela transformação de energia solar para energia elétrica, são produzidas em outros países, causando a necessidade de importação destas substâncias para que sejam incluídas no processo de montagem.

A maioria das células fotovoltaicas que são utilizadas no processo de montagem das placas sofrem interferência no preço por serem importadas da China, que apresenta um grande volume de produção desta substância, sendo um dos fatores para estabelecer placa solar preço e interferir diretamente na economia e finanças deste aparelho específico.

A Quantidade

A quantidade das placas influenciam no preço final do sistema. Os preços vão variar de acordo com a necessidade que o local irá exigir, assim será possível definir o tamanho do sistema e a dificuldade de instalação. Não é suficiente conhecer o preço por placa fotovoltaica, mas sim saber o custo da solução completa.

Por isso é recomendável procurar uma empresa que apresente a solução certa para o seu projeto, seja para sua empresa ou residência. Não hesite, procure uma empresa especializada no negócio.

A eficiência

Quanto mais eficiente for a sua placa solar, maior será o seu preço. Lembrando que quanto maior a eficiência mais energia gerada a placa disporá  por m2. As placas mais eficientes tendem a ser de melhor qualidade.

Os coeficientes de temperatura ideais para os painéis solares cristalinos vão de 0.35 até 0.47% por °C acima 25°C. Ao realizar a compra do seu painel solar, verifique sempre o seu coeficiente informado na folha técnica de um painel solar.

Qual o impacto da exportação no preço das placas solares?

Com a produção vinda de outros países, é muito comum que a placa solar preço seja diretamente afetada pelo valor do dólar e, como o mesmo está em constante oscilação, interfere diretamente na quantia final do produto no mercado brasileiro.

Há dois momentos cruciais que influenciam no preço das placas solares. O primeiro deles é a compra dos equipamentos que são construídos diretamente no exterior e fazem com que o custo em real seja calculado de acordo com a cotação do dólar no dia específico.

O segundo caso é quando a precificação é dada somente quando o produto chega no país, normalmente com uma cotação de dólar que pode ser pouco diferente da primeira situação, aumentando ou diminuindo conforme a cota, somente recebendo a denominação de quantia que será vendido no mercado quando é recebido pela alfândega brasileira.

Não há um formato correto para precificar as placas solares o que possibilita que elas sejam indicadas tanto na construção efetivamente do equipamento, quanto no recebimento no Brasil.

Há uma combinação das taxas de câmbio que são executadas de acordo com as datas de finalização e entrega do equipamento.

A tendência é que, com o constante crescimento da popularização do equipamento dentre os brasileiros e a procura do produto no mercado, as placas solares sejam visadas para a produção nacional, chamando a atenção de muitos investidores que passam a pesquisar sobre sua montagem completa no Brasil.

Outro aspecto que influencia no preço das placas solares é a grande demanda que está surgindo no mercado para a aquisição deste aparelho, principalmente pela onda de sustentabilidade que está invadindo diversos temas e aspectos do dia-a-dia da população.

A obtenção da a energia elétrica de uma forma mais ecológica  contribui para o meio ambiente, evitando que outros processos que possam afetar a natureza sejam utilizados, Há muitos  programas de financiamento que ajudam empresas e pessoas físicas a instalarem um sistema fotovoltaico em suas residências, o que acelera ainda mais o processo de expansão da energia sustentável.

Qual o preço da placa fotovoltaica atualmente?

Pode-se encontrar no mercado alguns preços que variam conforme a qualidade do material que é utilizado na montagem das placas fotovoltaicas, sendo que a precificação está relacionada diretamente com o watts apresentados no produto. 

Em 2009, os valores em watts tinham como base o valor de R$17 aproximadamente por cada watt. Para um equipamento de 205 watts, em média, é possível que chegue aproximadamente ao valor de R$3.500.

Já atualmente, o valor das placas diminuiu bastante por conta, possivelmente, da popularização e demanda que o equipamento já está apresentando no mercado, podendo adquirir uma unidade de 315 watts por R$900, o que resulta em um curso por watt de R$2,86 aproximadamente. 

Por meio da nacionalização dos processos e por meio de diversos investidores que já buscam as montadoras e substâncias necessárias para realizar o procedimento é possível que o preço das placas fotovoltaica fique ainda mais viável para os consumidores.

Isso possibilitará que o Brasil se torne um dos modelos de referência para geração de energia elétrica sustentável, amiga da natureza e colaboradora do meio ambiente, além de beneficiar o bolso dos consumidores.

Gostou do nosso artigo? Quer saber mais sobre o investimento em um sistema fotovoltaico para a sua empresa ou residência? Entre em contato conosco.