fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
Tudo sobre inversor fotovoltaico: o “coração” do seu sistema de energia solar

Blog

1 de agosto de 2018

Tudo sobre inversor fotovoltaico: o “coração” do seu sistema de energia solar

Um dos recursos mais promissores quando o assunto é eletricidade, a energia solar vem ganhando espaço por ser renovável, limpa e causar menores impactos na natureza.

O retorno do investimento em um sistema fotovoltaico é atrativo para quem vê cada vez mais aumentos e aumentos na conta de luz. Além disso, os incentivos governamentais estão abrindo portas para mais pessoas conseguirem instalar seus sistemas. Mas como funciona um sistema de energia solar?

Os sistemas de energia solar são formados por três blocos básicos: o gerador, o de condicionamento de potência e o de armazenamento. Em cada um desses blocos existem componentes que fazem com que eles funcionem, entre eles, no bloco de condicionamento de potência, encontramos os inversores fotovoltaicos, também chamados de inversor solar.

Os inversores fotovoltaicos são como o coração do sistema de energia solar, isso porque é ele quem vai transformar a corrente contínua (CC), produzida pela incidência do sol nas placas solares, em corrente alternada (CA), necessária para alimentar equipamentos elétricos e até mesmo as baterias do sistema fotovoltaico.

Como a maioria dos aparelhos eletrônicos utilizam da CA para funcionarem, os inversores fotovoltaicos passam a ser essenciais, já que os painéis solares fornecem a CC. Neste texto, nosso foco será o funcionamento do inversor solar, o coração do sistema de energia solar. Confira!

O que é um inversor fotovoltaico?

O inversor fotovoltaico é um conversor que faz parte do sistema de energia solar. A sua função é transformar a corrente contínua em alternada, possibilitando que a energia captada pelas placas solares sejam utilizadas para alimentar os equipamentos elétricos da sua casa ou empresa.

Dessa forma, o inversor solar é fundamental para que a energia solar fotovoltaica seja utilizada para alimentar os produtos elétricos utilizados no seu dia a dia, como computadores, máquinas de lavar, luzes etc. Lembrando que inversor solar e inversor fotovoltaico são a mesma coisa, só a nomenclatura que é diferente.

Como funciona um inversor fotovoltaico?

A potência do inversor solar que você precisa vai depender do tamanho do sistema que você deseja instalar. Caso você pense em aumentar o número de painéis em seu telhado, aumentando a capacidade de geração do sistema, o seu inversor deve ter potencial para aguentar esse aumento. Em contrapartida, um sistema maior com um inversor menor pode não ter a capacidade e eficiência esperada.

O ideal é sempre conversar com o instalador para saber qual a potência você realmente precisa para depois escolher o tamanho do seu sistema e o tipo de inversor que será instalado em seu imóvel. Assim, quanto mais eficiente for o inversor, mais você vai economizar na conta de luz. E quanto mais confiável e de qualidade, menores serão os seus problemas com o sistema.

Onde instalar o inversor solar?

Mais uma vez o indicado é verificar junto ao instalador qual o lugar mais adequado para colocar o inversor fotovoltaico, ou seja, vai depender de qual a finalidade do aparelho. De um modo geral, em residências, ele é instalado próximo ao quadro de luz, longe da luz solar, ao abrigo do calor e da água.

Já nas usinas solares ou empresas com sistemas maiores, como prédios comerciais e indústrias, os inversores fotovoltaicos podem contar com um lugar específico para o equipamento, como uma sala, pois logicamente os inversores devem ocupar mais espaço.

O acesso do usuário ao inversor fotovoltaico deve ser fácil e a instalação deve ser de acordo com as especificações do fabricante. É importante que você consiga acompanhar a eficiência do seu sistema solar, seja diante dele ou por aplicativos oferecidos pelos fornecedores.

Quais as características de um inversor solar de qualidade?

Os inversores solares podem apresentar diferentes características e elas são importantes de serem avaliadas na hora de escolher o melhor sistema para a sua residência ou empresa. Alguns fatores são:

– com ou sem transformador: depende das exigências da distribuidora do seu estado. Em alguns o inversor fotovoltaico é permitido, sendo mais leve e mais eficientes na conversão de CC para CA;

– proteção contra água e poeira: chamado de IP, o grau de proteção para inversores que vão ficar ao ar livre deve ser maior do que 55;

– eficiência: medida em porcentagem, a eficiência da conversão de CC para CA deve ser maior que 94%;

– conexão ao computador: para quem quer ter sua própria usina solar, a conexão possibilita acompanhar o desempenho do seu sistema solar;

– garantia: a garantia varia de acordo com o fabricante, que pode ser de 5 anos com opção para estender mais 5 anos. Lembrando que maior garantia não quer dizer maior qualidade.

Qual o tipo de inversor solar ideal para sua casa ou empresa?

Entre os tipos de inversores solares, o mais conhecido é o inversor grid tie, que são utilizados na conexão do sistema fotovoltaico na rede elétrica. Sua principal função é inverter a energia de corrente contínua em alternada e também tem como papel garantir a segurança do sistema, gerando dados de energia e monitorando o desempenho.
Agora que você sabe como funcionam os inversores fotovoltaicos, entenda como instalar placas solares vai economizar na sua conta de luz!